Políticas de viagens sustentáveis: prioridades e ações dos responsáveis de compras


As políticas de viagens sustentáveis voltam a ser uma prioridade para os travel managers. Depois de um ano de pandemia em que a prioridade tem sido o Duty of Care dos viajantes e o desenvolvimento de programas de segurança específicos para garantir a saúde e evitar contágio, um estudo elaborado pelo nosso grupo revela que o business travel sustentável volta à agenda das empresas e instituições.

 

Políticas de viagens sustentáveis: o papel do gestor de sustentabilidade

O enfoque das viagens corporativas sustentáveis está a fazer com que surja uma nova figura: o manager ou gestor de sustentabilidade nas viagens corporativas.

 

Prioridades na sustentabilidade

Quais são os principais âmbitos a ter em conta numa política de viagens sustentáveis? Os profissionais revelam que o seu compromisso é maior no que respeita à compensação de emissões de carbono, no desenvolvimento de um programa de viagens sustentável, ou no rastreio e elaboração de relatórios sobre a sustentabilidade das viagens corporativas. Mais ainda, de maneira ocasional colaboram com os travel managers para formar e instruir os viajantes da empresa em assuntos de sustentabilidade.

Por outro lado, relativamente aos aspetos que os gestores de sustentabilidade menos costumam abordar em matéria de viagens, encontramos a seleção de fornecedores com critérios sustentáveis, assim como o controlo de qualidade no serviço no que respeita à matéria de sustentabilidade.

Se fosse necessário desenvolver um ranking com as prioridades dos responsáveis de compras no business travel no que respeita à sustentabilidade, encontraríamos, por ordem de importância:

  1. Apoiar os objetivos gerais da empresa.
  2. Estabelecer um programa de monitorização e elaboração de relatórios.
  3. Reduzir o impacto no meio ambienta da viagem de negócios.
  4. Garantir a transparência.
  5. Promover a instrução dos funcionários.
  6. Assegurar a satisfação das necessidades do viajante.
  7. Compensar as emissões de carbono.

É de salientar que, ainda que os responsáveis de compras tenham em linha de conta a orientação dos objetivos gerais da empresa, um em cada quatro profissionais não dispõe de um relatório anual de sustentabilidade elaborado pela sua empresa. E mais ainda, seis em cada dez responsáveis de compras não sabem se a sua empresa apoia os ODS das Nações Unidas que põe o seu foco nos desafios de sustentabilidade.

 

Opções de viagens sustentáveis

Como se torna eficaz uma política de viagens sustentável? As principais opções na hora de desenvolver um business travel sustentável são:

  1. Otimizar as viagens agendando várias reuniões numa única deslocação.
  2. Reservar voos diretos em vez de voos com escalas.
  3. Eleger classe económica em vez de business.
  4. Alugar veículos eficientes em consumo em vez de SUV’s.
  5. Reservar estadias em hotéis sustentáveis.
  6. Viajar de comboio em vez de avião.
  7. Assegurar uma condução sustentável na estrada.
  8. Incluir na agenda das reuniões atividades que foquem na sustentabilidade.
  9. Optar por carro partilhado em vez de realizar viagens individuais.
  10. Alugar carros híbridos ou elétricos.
  11. Viajar sem bagagem de porão ou reduzindo o seu peso.
  12. Apostar em transportes públicos para as deslocações dentro da cidade.

A Europa lidera o caminho em viagens empresariais sustentáveis

Em matéria de sustentabilidade, Europa está na dianteira relativamente à consciencialização e compromisso. Segundo um relatório de Business Travel News Sustaining the Future. State of the Practice in Reducing Business Travel Emissions, o nível de compromisso dos travel managers europeus é de 83%, enquanto que nos Estados Unidos fica nos 66%.

Segundo estes dados, mais de um terço das empresas aumenta o seu compromisso público com a redução de emissões de carbono e metade colocam-na como sua prioridade mais elevada na sua política de viagens.

Contudo: como colocar em prática? Se nos fixamos nas alterações das políticas de viagens para assumir os objetivos de sustentabilidade, o relatório aponta a que 73,3% das empresas não alteraram nada; na Europa cerca de 32,5% das empresas colocaram medidas em marcha e nos Estados Unidos só foram aplicadas alterações efetivas em 13,8%.

O nosso grupo está comprometido com um business travel sustentável.

Destacamos Barceló Viagens zero CO2, relatórios que permitem aos nossos clientes calcular a emissão de carbono das suas deslocações corporativos.