Novos essenciais na mala para viagens de negócios



Máscaras, Gel Hidro alcoólico e novas precauções de segurança cibernética são essenciais para se proteger em tempos de COVID-19

Fazer a mala para viajar em negócios é uma rotina que também foi afetada pela pandemia da COVID-19. Que artigos serão essenciais na nossa mala? Quais serão os novos princípios básicos para prevenir o contágio e garantir uma experiência de viagem segura nos transportes e hotéis?

 

Mala para viagens de negócios: o que a COVID-19 trouxe

A mala para viagens de negócios sempre teve uma máxima: reduzir a carga para evitar o check-in e para poder transportá-la como bagagem de mão.

No entanto, com os novos protocolos em vigor para viagens aéreas seguras, as companhias aéreas recomendam o check-in em todas as bagagens, incluindo a bagagem de mão, como salienta a Organização da Aviação Civil Internacional (OACI).

Se estivermos a fazer o check-in da bagagem, as restrições para viajar com líquidos ou aerossóis são consideravelmente reduzidas.

Assim, embora possamos dispensar amostras de perfume ou outros produtos de higiene pessoal, ainda assim é aconselhável viajar com a menor quantidade possível de líquidos e, em qualquer caso, vedá-los e selá-los adequadamente para evitar que derramem para a bolsa ou mala.
No entanto, é de notar que em muitos hotéis para viajantes de negócios, os amenities foram reduzidos ou eliminados: É aconselhável verificar com o alojamento reservado sobre os produtos que oferecem, para saber se temos de incluir na mala de viagem de negócios artigos como gel, champô ou outros produtos de higiene pessoal que até agora encontrávamos na casa de banho do nosso quarto.

 

O novo kit de viagem de negócios

O kit de viagem, por mais pequeno que seja, é sempre essencial na mala para viagens de negócios. Com a nova realidade que a COVID-19 deixou, este kit de primeiros socorros, no qual incluímos medicamentos prescritos pelo nosso médico, talvez alguns analgésicos ou os sempre úteis pensos rápidos, deve agora incluir outros básicos.

No novo kit de viagem, é essencial manter máscaras higiénicas, gel hidroalcoólico e luvas de látex, vinil ou nitrilo (as duas últimas mais resistentes do que as feitas de látex). É aconselhável ter máscaras de reserva que devem estar disponíveis para serem alteradas no caso de as reuniões durarem várias horas ou se considerarmos que existe um risco de contaminação. A escolha da máscara ideal dependerá do tipo de viagem de negócios que vamos fazer e para onde vamos.  Por este motivo, é importante saber que protocolos de higiene e saúde estão em vigor no nosso destino, bem como a situação sanitária do local que vamos visitar.  Em todo o caso, é importante notar que existem dois grandes tipos de máscaras: máscaras com nível de proteção FFP1, que nos impede de infetar outras pessoas, e máscaras com nível de proteção FFP2 e FFP3, que também impede de nos infetarmos a nós próprios. Mesmo que transportemos este kit de primeiros socorros na nossa mala, também temos de viajar com máscaras e gel hidroalcoólico à mão. Por isso, é aconselhável carregá-lo na pasta ou bolsa.

Também pode ser interessante transportar um termómetro que nos permita monitorizar a temperatura corporal e detetar um aumento que pode ser um sintoma de contágio.

 

Vestuário para uma viagem de negócios: recomendações

Quanto à roupa que devemos guardar na mala para uma viagem de negócios, as recomendações gerais permanecem: O ideal é ter roupas confortáveis, que possam ser combinadas umas com as outras, e que nos permitam alcançar um estilo adequado para as reuniões ou atividades que devemos realizar na nossa viagem de trabalho, quaisquer que sejam as condições meteorológicas.

Também deve levar consigo um casaco ou um lenço para viajar de avião ou de comboio, pois por vezes o ar condicionado pode estar demasiado frio.

Quanto aos sapatos, para além de levar um segundo par como precaução, pode também ser aconselhável incluir alguns chinelos para a estadia no alojamento. Desta forma, podemos deixar os sapatos com que pisámos na rua à entrada e assim reduzir as hipóteses de contágio.

 

Precauções tecnológicas

Se sempre foi essencial viajar com carregadores e adaptadores de energia suficientes, os novos protocolos de segurança para lidar com COVID-19 torna-os ainda mais necessários. Temos de ter em conta que para entrar em muitos países é necessário ter uma aplicação no telemóvel que permita seguir-nos… e para isso temos de ter o nosso dispositivo com carga de bateria suficiente.

Além disso, garantir a cibersegurança é agora ainda mais importante: o aumento dos meios digitais para manter o trabalho à distância fez com que os ciberataques se multiplicassem. É por isso que é vital seguir as recomendações dos peritos sobre como garantir a segurança da sua empresa, especialmente quando viajamos com dados confidenciais da nossa empresa ou clientes.

Se precisar de ajuda para garantir o Duty of Care dos seus viajantes de negócios, na Barceló Viagens temos o Business Travel Security, um programa de excelência que garante o bem-estar e a saúde dos seus colaboradores nas viagens de negócios.

Consulte a sua equipa habitual de agentes de viagens e desfrute de excelência em viagens de negócios.